Skip to content
Human Risk

Carnaval: dicas para curtir com segurança e privacidade!

Golpes e ameaças sazonais podem tirar o sossego dos foliões; vale a pena redobrar a atenção para algumas práticas simples, porém importantíssimas, para evitar dores de cabeça com suas informações pessoais e sensíveis.

Carnaval: dicas para curtir com segurança e privacidade!
Ramon de Souza

Ramon de Souza

Journalist | Author | Speaker | Information Security Specialist | ANPPD® Member |

4 min de leitura 

Um dos períodos favoritos dos brasileiros está logo aí: quem tem pique costuma começar a comemorar o Carnaval 2024 já a partir deste sábado (10), terminando as festas na metade da próxima quarta-feira (14). Há quem goste de sair pelas ruas acompanhando os famosos “bloquinhos” — outros aproveitam a data para obter um descanso extra, seja viajando com a família ou permanecendo em casa. Independentemente de seu perfil, é importante lembrar da segurança digital no Carnaval.

Tal como em outros feriados, essa data costuma ser marcada por uma série de ameaças cibernéticas sazonais, o que faz crescer a necessidade de redobrar a atenção para perigos relacionados à sua privacidade e proteção de dados pessoais/sensíveis. Afinal, os criminosos cibernéticos se aproveitam do fato de que as vítimas estão vulneráveis — festejando na rua ou relaxando em casa — e consequentemente menos atentas a fraudes e golpes, sejam estes online ou físicos.

Por isso, separamos algumas dicas para reforçar sua segurança durante o Carnaval. Lembre-se de seguir essas instruções simples e dificilmente terá seu feriado interrompido por algum incidente.


Cuidado com o Pix (e com os QR Codes)

Você está na rua e precisa comprar alguma coisa — uma bebida, um lanchinho ou simplesmente uma água. Vendedores ambulantes é o que não falta. Antes de efetivar uma compra, lembre-se de conferir o valor e o real destinatário da transação. Aliás, tome cuidado com a leitura de QR Codes, que certamente estarão espalhados em panfletos e plaquinhas por aí: você pode ser vítima de quishing, perdendo uma grande quantidade de dinheiro ou sendo direcionado(a) para uma página maliciosa.


Configure seu app bancário

Ainda sobre Pix e fraudes financeiras, não se esqueça de usar os diversos recursos disponibilizados pelas instituições financeiras para evitar problemas relacionados aos temidos sequestros-relâmpago. Reduza o limite máximo do valor que pode ser transferido, especialmente durante o período da noite e em localizações geográficas distantes de sua casa ou trabalho. Isso também evita dores de cabeça com eventuais furtos e roubos. Aliás…


Prepare-se contra furtos e roubos

Não queremos que aconteça, mas é como aquele velho ditado: “quem quer paz tem que se preparar para a guerra”. Reforce o método de proteção do seu smartphone, usando biometria, se disponível. Adicione senhas de acesso e ative o segundo fator de autenticação em todos os aplicativos que disponibilizam essa funcionalidade. Configure também os recursos de formatação remota do aparelho para caso acabe perdendo-o e tenha em mãos o IMEI para bloqueá-lo imediatamente junto às operadoras de telefonia.

Vale lembrar que, recentemente, o Governo Federal lançou o sistema Celular Seguro — ele é composto por um aplicativo que deve ser instalado no gadget e um portal que facilita a comunicação de roubo ou furto. O aparelho é bloqueado imediatamente e não apenas as operadoras, mas também as autoridades e as instituições bancárias são alertadas na mesma hora.


Nada de Wi-Fi público — e nem carregadores!

Sabemos que não há plano de internet móvel que aguente passar quase cinco dias postando vídeos de folia no Instagram ou compartilhando fotos da festa no WhatsApp, mas resista à tentação de usar aquele ponto de Wi-Fi público. Um criminoso pode espionar a sua navegação e até mesmo interceptar pacotes de dados. O mesmo vale para aqueles totens de carregamento em shoppings, aeroportos etc. — eles podem transmitir malwares para o seu dispositivo móvel. Prefira usar uma boa bateria externa (powerbank) própria.


Configure seu app bancário

Ainda sobre Pix e fraudes financeiras, não se esqueça de usar os diversos recursos disponibilizados pelas instituições financeiras para evitar problemas relacionados aos temidos sequestros-relâmpago. Reduza o limite máximo do valor que pode ser transferido, especialmente durante o período da noite e em localizações geográficas distantes de sua casa ou trabalho. Isso também evita dores de cabeça com eventuais furtos e roubos. Aliás…


Atenção ao phishing e às correntes

O número de campanhas de phishing e correntes maliciosas sendo disseminadas via redes sociais aumenta exponencialmente na época do Carnaval. Os golpistas usam marcas famosas para inventar falsas ofertas e ações promocionais — tudo com o intuito de lhe causar um prejuízo financeiro ou obter informações sigilosas. Curta seu feriado, mas não baixe a guarda! Lembre-se de redobrar a atenção para esse tipo de ameaça, evitando clicar em links suspeitos e abrir anexos de origem duvidosa.


 

Últimos artigos

Truques para engajar seus colaboradores nos treinamentos

Truques para engajar seus colaboradores nos treinamentos

De nada adianta fornecer um programa de conscientização em cibersegurança e não contar com um índice satisfatório de engajamento por parte ...

Carnaval: dicas para curtir com segurança e privacidade!

Carnaval: dicas para curtir com segurança e privacidade!

Golpes e ameaças sazonais podem tirar o sossego dos foliões; vale a pena redobrar a atenção para algumas práticas simples, porém importantí...

Hoje é o Dia da Internet Segura! Confira como comemorar

Hoje é o Dia da Internet Segura! Confira como comemorar

Iniciativa da União Europeia tornou-se global e agora é respeitada em pelo menos 190 países; a cada ano, temas pertinentes à proteção indiv...