Segurança

Como os profissionais de cibersegurança lidam com a pressão cotidiana

O alto volume de alertas de ameaças afeta o desempenho e a saúde mental de equipes de segurança cibernética

Dia Mundial da Saúde Mental
Isaque Costa

Isaque Costa

Não é novidade para ninguém que a pandemia da Covid-19 fez com as pessoas desenvolvessem ou piorassem casos de ansiedade e depressão. Pensando nisso, o DATASUS promoveu uma pesquisa com 17.491 pessoas adultas, e mostrou  que 86,5% das pessoas entrevistadas possuíam transtornos de ansiedade, 45,5% tiveram estresse pós-traumático e 16% tiveram depressão grave no primeiro ano de pandemia.

Passar mais tempo em casa, ter a rotina alterada e, em alguns casos, a sobrecarga de trabalho foram alguns dos motivos que afetaram a saúde mental das pessoas.

E as equipes de cibersegurança, também sofreram com isso?

Todas as áreas de tecnologia têm suas próprias pressões, mas a demanda por equipes de cibersegurança certamente aumentou recentemente, muito por conta dos da Lei Geral de Proteção de Dados ter entrado em vigência. Independente do tamanho da empresa, todas precisam de profissionais para ajudar a manter os usuários conscientizados e as empresas protegidas contra phishing, malware, ransomware e outras ameaças.

Manter a rede em segurança contra violações de dados e cibercriminosos já era uma tarefa complicada, com a adição de elementos como a pandemia e o aumento do trabalho remoto essa tarefa ficou ainda mais difícil. O home office junto com o excesso de alertas de cibercrimes são algumas das  principais questões que afetam a produtividade e saúde mental das equipes de cibersegurança.

A Trend Micro, empresa especializada em soluções de segurança digital, fez um estudo com 2.303 colaboradores das áreas de TI e dos Centros Operacionais de Segurança em mais de 250 empresas de 21 países. E a pesquisa revelou que 70% das equipes estão emocionalmente sobrecarregadas.

A maioria dos entrevistados, em especial os setores imobiliários, jurídicos, serviços e varejo, reforça que suas equipes estão sobrecarregadas por conta do excesso de alertas.

Excesso de alertas afeta a saúde mental de profissionais de cibersegurança

O grande número de ferramentas de proteção usadas pelas empresas eleva o volume de alertas, essa é uma das principais causas de sobrecarga dos colaboradores.

Ainda de acordo com a pesquisa feita pela Trend Micro, 74% dos entrevistados já lidam com algum tipo de violação de dados ou esperam uma dentro de um ano. Lidar com essas ameaças e impedir um prejuízo tanto na parte financeira quanto na imagem de uma empresa é extremamente estressante.

Muitos colaboradores da área de Segurança da Informação por estarem em home office, não conseguem separar a vida profissional da pessoal e fora do horário de expediente, os altos volumes de alertas deixam muitos gerentes incapazes de desligar ou relaxar, e irritáveis com amigos e familiares.

Como evitar a exaustão mental de seus colaboradores

Para evitar perder seus profissionais de cibersegurança por conta da exaustão mental, procure por ferramentas de detecção e resposta de ameaças mais sofisticadas, que possam priorizar alertas de forma inteligente. Desta forma os alertas irão diminuir e a produtividade e os níveis de satisfação no trabalho irão aumentar.

Além de programas de detecção, procure também plataformas de conscientização em Segurança da Informação. Pois ao desenvolver hábitos seguros em seus colaboradores, eles poderão ser uma extensão das equipes de segurança digital por toda a empresa, diminuindo riscos de ameaças digitais. 

Busque melhorar o dia a dia de suas equipes de Segurança da Informação e priorize a saúde mental de seus colaboradores.

Dia Mundial da Saúde Mental

Dia 10 de outubro foi instituído pela Federação Mundial de Saúde Mental como o Dia Mundial da Saúde Mental. Desde 1992 esta data é usada para nos lembrar a importância de cuidarmos da nossa mente. Ao longo dos anos tivemos muitos avanços, quebramos muitos preconceitos, mas ainda precisamos evoluir nas questões de cuidado com a nossa saúde mental e essa data é importante para desenvolvermos a mudança real em tudo que esteja relacionado a esse tema.

Últimos artigos

Semana da Segurança da Informação Eskive

Semana da Segurança da Informação Eskive

A importância das ações de impacto para engajar e conscientizar os usuários.

Sobrevoo: conexões entre o Normativo SARB 025/2021 da Febraban e a LGPD.

Sobrevoo: conexões entre o Normativo SARB 025/2021 da Febraban e a LGPD.

Sobrevoo: conexões entre o Normativo SARB 025/2021 da Febraban e a LGPD.

Como os profissionais de cibersegurança lidam com a pressão cotidiana

Como os profissionais de cibersegurança lidam com a pressão cotidiana

O alto volume de alertas de ameaças afeta o desempenho e a saúde mental de equipes de segurança cibernética