Skip to content
Human Risk

Dia dos Namorados: o amor está no ar e o cibercrime também!

Assim como em outras datas comemorativas com alto apelo comercial, é preciso tomar cuidado com o aumento sazonal de crimes cibernéticos — especialmente as fraudes focadas em causar prejuízos financeiros.

Dia dos Namorados: o amor está no ar e o cibercrime também!
Ramon de Souza

Ramon de Souza

(ISC)² Certified in Cybersecurity | Journalist | Author | Speaker

3 min de leitura 

O Dia dos Namorados é uma data aguardada com ansiedade por muitos casais ao redor do mundo. No entanto, essa celebração também atrai a atenção indesejada de cibercriminosos, que aproveitam a ocasião para aplicar uma série de golpes. Com a aproximação do Dia dos Namorados em 2024, é crucial estar ciente dos perigos do cibercrime sazonal e tomar medidas para evitar fraudes e ataques cibernéticos.

Estatísticas recentes mostram que as campanhas de phishing aumentaram cerca de 30% durante o período do Dia dos Namorados nos últimos anos. Além disso, por conta da ânsia em aproveitar supostas promoções e oportunidades, estudos apontam que até 45% dos consumidores são mais propensos a clicar em links sem verificar a autenticidade durante datas comemorativas, tornando-se alvos fáceis para os meliantes digitais.


Ameaças para ficar de olho

Assim como em outras datas comemorativas que possuem um alto apelo comercial, os perigos do Dia dos Namorados são primariamente campanhas que têm como objetivo lesar financeiramente o usuário final. Os truques mais populares são:

  • Phishing: e-mails e mensagens falsas que se passam por empresas legítimas para roubar informações pessoais e financeiras dos alvos. Esses ataques geralmente prometem descontos ou presentes gratuitos, mas direcionam as vítimas para sites fraudulentos;
  • Falsos e-commerces: sites de comércio eletrônico falsos que oferecem produtos populares a preços atraentes, mas que nunca são entregues. Essas armadilhas enganam os consumidores e coletam dados de pagamento;
  • Aplicativos falsos: apps fraudulentos, muitas vezes disfarçados como ferramentas de compras ou descontos, que instalam malware nos dispositivos dos usuários e podem roubar informações pessoais;
  • Perfis falsos em redes sociais: contas que se passam por marcas conhecidas ou lojas populares, oferecendo promoções que levam a sites de phishing ou solicitam transferências bancárias para compras que nunca são enviadas.

Não poderíamos nos esquecer, é claro, das clássicas correntes de WhatsApp — quem nunca recebeu de algum conhecido uma mensagem automática a respeito de uma suposta ação imperdível de uma marca famosa, que estaria disponibilizando uma quantidade limitada de brindes sedutores para quem preencher um formulário ou responder a uma pesquisa. Não caia nessa — tais ações quase sempre são fraudulentas!


Reduzindo o risco humano

Antes de clicar em qualquer link ou realizar uma compra online, verifique a autenticidade do site. Certifique-se de que o endereço da web (URL) é legítimo e que o site possui medidas de segurança, como o uso de HTTPS. Atente-se também a e-mails que solicitam informações pessoais ou financeiras, especialmente aqueles que contêm erros de ortografia/digitação ou apresentam uma identidade visual distorcida.

Além disso, é sempre válido usar a regra do bom senso: se uma promoção parece boa demais para ser verdade, é provável que seja um golpe. Desconfie de descontos excessivamente generosos e investigue a reputação da loja. No caso de supostas ofertas e ações em nome de lojas ou marcas famosas, procure os canais oficiais de comunicação da empresa em questão para obter assistência e confirmar se a campanha é verdadeira.

Lembre-se sempre do básico!

O cibercrime cresce a cada dia, mas é possível se defender de golpes e fraudes educando o fator humano com jornadas de aprendizagem e simulações de ataque. E, para isso, você pode contar com a Eskive — temos uma metodologia própria atestada por grandes corporações na redução do risco humano, tudo entregue de forma simples através de uma plataforma automatizada que não onera a sua equipe.

Converse conosco e saiba mais!

 

 


 

Últimos artigos

Disrupções e prejuízos: os desafios cibernéticos das instalações industriais

Disrupções e prejuízos: os desafios cibernéticos das instalações industriais

Infraestruturas críticas, fábricas e especialmente linhas de montagem de grandes empresas do ramo automotivo estão se tornando alvos freque...

Dia dos Namorados: o amor está no ar e o cibercrime também!

Dia dos Namorados: o amor está no ar e o cibercrime também!

Assim como em outras datas comemorativas com alto apelo comercial, é preciso tomar cuidado com o aumento sazonal de crimes cibernéticos — e...

HIPAA e a proteção de dados médicos no Brasil: como ter a certificação?

HIPAA e a proteção de dados médicos no Brasil: como ter a certificação?

Considerada a maior regulamentação do mundo sobre informações de saúde, ela requer treinamentos específicos a respeito do setor para toda a...